MAQUININHA LELECO
Em SP

Indígena de Mato Grosso conhece CT e elenco do Palmeiras a convite do clube

O indígena de Mato grosso, Iépe Mehinako, integrante da aldeia Utawana, localizada em Gaúcha do Norte (400 quilômetros de Cuiabá), recebeu tratamento VIP na sede do Palmeiras.

03/10/2019 15h05
Por: Redação Hora News MT
Fonte: Olhar Direto
54
Foto: Reprodução/TV Palmeiras
Foto: Reprodução/TV Palmeiras

O indígena de Mato grosso, Iépe Mehinako, integrante da aldeia Utawana, localizada em Gaúcha do Norte (400 quilômetros de Cuiabá), recebeu tratamento VIP na sede do Palmeiras. Apaixonado pelo esporte, ele foi visitar o local e conheceu a estrutura da Academia de Futebol e o elenco de jogadores.

Aos 26 anos, Iépe acompanha o time de coração pelas poucas televisões da aldeia, que é abastecida por um gerador de energia elétrica, e passa seu amor pelo Palmeiras e pelo futebol a crianças locais.
 
Nesta semana ele esteve em São Paulo, durante uma viagem para vender artesanato e foi surpreendido com um convite da assessoria de imprensa do clube, que já havia lhe enviado uma camisa do Palmeiras, para conhecer o centro de treinamento da equipe.
 
Na Academia, Iépe mostrou a jogadores como o goleiro Weverton e o atacante Dudu imagens de sua oca enfeitada com o símbolo e frases relacionadas ao Palmeiras, tirou fotografias e se emocionou.
 
“Muito feliz, muito emocionado. Meu sonho se realizou, vim aqui. Estou muito feliz, muito feliz mesmo”, disse o indígena à TV Palmeiras.
 
A aldeia Utawana fica situada no Alto Xingu e possui cerca de 200 habitantes. O local respira futebol, esporte pelo qual os indígenas são apaixonados. No total, existem três campos, sendo que o maior está no pátio circular, onde jogam os homens adultos. Nos outros dois, o espaço é utilizado por mulheres e crianças.
 
O esporte acontece de maneira bastante organizada. Em todos os campinhos. Os homens se enfrentam em equipes de 11 jogadores, e muitas vezes a divisão das equipes é no esquema 'Casados x Solteiros'. É bem comum as equipes contarem com jogadores reservas e as substituições vão acontecendo no decorrer da partida. As crianças costumam se enfrentar nos campos menores, em partidas de 5 x 5.
 
Na região também é bastante comum acontecerem campeonatos e jogos amistosos contra outras aldeias e até mesmo competições em cidades maiores da região. Na aldeia, existe até o time oficial, batizado de Utawanase Futebol Clube, que já percorreu boa parte do Xingu para participar de torneios. (Com informações do Globo Esporte e Ginga FC)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.