MAQUININHA LELECO
Sorriso

MC do RJ é preso por apologia ao crime em baile funk onde polícia flagrou 42 adolescentes em Sorriso

Policiais flagraram adolescentes usando droga e consumindo álcool em boate. Segundo a polícia, o evento foi organizado por organização criminosa.

28/09/2019 15h04
Por: Redação Hora News MT
Fonte: G1/MT
143

Mais de 40 adolescentes foram flagrados em uma festa com álcool e drogas na madrugada deste sábado (28) em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar, Marlon Brendo Coelho Couto Silva, de 20 anos, conhecido como MC Poze do Rodo, do Rio de Janeiro, foi preso por apologia ao crime.

A Reportagem ligou para o número de contato disponibilizado na página oficial artista, mas as ligações não foram atendidas.

A polícia afirma que o MC e outros três suspeitos foram presos por tráfico de drogas, incitação ao crime e corrupção de menores. Segundo a polícia, o evento foi organizado por organização criminosa.

De acordo com a Polícia Civil, os adolescentes têm entre 13, 14, 15, 16 e 17 anos.

Ainda conforme a PM, ele e os demais foram apontados como promotores e organizadores da festa. Eles vendiam droga e bebida aos adolescentes que foram apreendidos.

A polícia recebeu diversas denúncias sobre a festa em uma boate no bairro Setor Industrial onde ocorria um baile funk com a presença do músico carioca.

A denúncia dizia que havia diversos menores de idade que consumiam bebida alcoólica e droga na festa, além de apontar o MC como responsável por incitar crimes.

Uma força-tarefa de policiais militares, civis e Conselho Tutelar foi até o evento, que acabou fechado pelas autoridades.

Diversos adolescentes foram flagrados consumindo bebidas alcoólicas e usando maconha e cocaína.

MC Poze e outro organizador do evento conseguiram sair da boate durante a abordagem, mas acabaram presos em um hotel da cidade. Ele foi flagrado com porções de droga e frascos de lança-perfume.

Já os 42 adolescentes ficaram sob responsabilidade de quatro conselheiros tutelares.

Também foram presos, apontados como organizadores do evento, os seguintes suspeitos: João Marcelo Alvarenga da Lastra, de 20 anos, Fabio de Freitas Fonseca, de 40 anos, Juliano Rogério Camargo dos Santos, de 30 anos.

O delegado de Sorriso, André Ribeiro, disse que os suspeitos foram autuados por fornecer bebida alcoólica a menores, corrupção de menores, tráfico de drogas, associação ao tráfico, apologia ao crime e incitação ao crime.

O músico e os demais foram encaminhados ao Centro de Ressocialização de Sorriso (CRS) e aguardam por audiência de custódia na Justiça de Mato Grosso.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.