Quarta, 26 de Janeiro de 2022
Esportes Cuiabá na Série A

Jorginho sinaliza renovar contrato: “Ano que vem a gente se vê”

O contrato do técnico com o Cuiabá vence no fim deste ano e ele diz que irá antes descansar

11/12/2021 às 13h37
Por: Leandro Campos Fonte: Taiza Assunção/Mídia News
Compartilhe:
Foto: AssCom Dourado
Foto: AssCom Dourado

Após conseguir permanência na Série A e a vaga na Sul-Americana, o treinador Jorginho sinalizou interesse em continuar no comando do Cuiabá na temporada de 2022.

 

Em entrevista à imprensa após a última partida do campeonato contra Santos, na quinta-feira (9), o técnico afirmou que as conversas sobre a renovação do seu contrato ainda não ocorreram, porque dependia do time seguir na Série A. O contrato do técnico vence no fim deste ano.

 

“A gente precisa conversar, ainda não houve nenhum tipo de conversa. O objetivo principal era a permanência e ela acabou ficando para o último jogo”, disse.

 

“Agora, naturalmente, a gente dá uma relaxada. Eu preciso ir para casa ver a minha família e dar uma descansada, e aí sim, a gente pensar com calma sobre essa possível renovação”, acrescentou.

Jorginho assumiu o Cuiabá na 10ª rodada do Brasileirão, com o time na zona de rebaixamento.

 

Com ele no comando, a Dourado reagiu no campeonato e fechou a primeira fase em 10ª lugar na tabela.

 

Já na segunda fase da competição, a equipe não conseguiu manter o mesmo ritmo, oscilou na linha do rebaixamento e acabou se salvando no último jogo.

PARTICIPE DO GRUPO DO SITE HORA NEWS MT NO WHATSAPP ATRAVÉS DESTE LINK.

 

SIGA O HORA NEWS MT NO INSTAGRAM ATRAVÉS CLICANDO AQUI.

 

Jorginho classificou essa temporada como uma “virada enorme” na sua vida profissional.

 

“Pra mim, a honra é muito maior, porque fui muito querido, muito respeitado, muito amado pelo povo cuiabano, por todo o povo de Mato Grosso, conheci um Estado lindo, com uma natureza maravilhosa. E se Deus quiser, ano que vem a gente se vê de novo”, declarou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.