Domingo, 24 de Outubro de 2021
°

-

Geral Nova Carne

Frigorífico de MT tem dívida de R$ 18 milhões e pede recuperação judicial

À Justiça, grupo citou operação policial, greve dos caminhoneiros, pandemia e incêndio para justificar dívidas milionárias

24/10/2021 às 20h46 Atualizada em 24/10/2021 às 21h07
Por: Leandro Campos Fonte: Camila Zeni/Repórter MT
Compartilhe:
Reprodução
Reprodução

O Frigorífico Nova Carne e a empresa Carne Brasil Atacado, de Rondonópolis (212 km de Cuiabá), apresentaram, em processo de recuperação judicial, a lista de credores que, juntos, somam R$ 18 milhões em dívidas para a empresa.

O procedimento corre na 4ª Vara Cível de Rondonópolis desde fevereiro de 2021, onde as empresas afirmaram que precisam de auxílio apenas para reduzir o pagamento de juros abusivos e ganharem "fôlego" para retomarem suas operações de forma regular.

Conforme a ação, a atividade de compra e venda de gado seguiu bem até março de 2017.

À Justiça, o grupo apontou que a Operação Carne Fraca, (as carnes de papelão) deflagrada pela Polícia Federal à época, "sufocou as empresas do setor frigorífico" e criou dificuldades comerciais para as pequenas e médias empresas do ramo. Assim, tanto o Frigorífico Nova Carne como a Carne Brasil Atacado foram atingidos. O grupo citou, também, uma greve de caminhoneiros, o que fez a empresa tomar empréstimos a 14% ao mês.

O grupo alegou ainda que, em 2020, com pandemia da covid-19, o preço da arroba do boi dobrou e prejudicou compra dos animais. Citou também  incêndio nas instalações do Frigorífico e até o tombamento de um caminhão carregado de carne.  

O grupo pontuou que, com mais dificuldades, as empresas recorreram novamente a empréstimos a bancos, descontos antecipados de duplicatas, troca de cheques com o limite do cheque especial, bem como a empréstimos com agiotas e factorings. Dessa forma, chegaram ao passivo de quase R$ 18 milhões.

Agora, o grupo tem 60 dias para apresentar um plano de recuperação para seus credores (lista abaixo), que poderão aceitá-lo ou rejeitá-lo. Enquanto isso, conforme a Justiça, pelo prazo de 180 dias todas as ações de execução fiscal movidas contra as empresas ficam suspensas.

Credores

Conforme a lista apresentada à Justiça, a empresa tem passivos com bancos, trabalhistas e dívidas classificadas como quirografárias, que não são prioritárias nesse processo de recuperação judicial.

Em valores, veja os cinco maiores credores:

Nossa Casa Restaurante - R$ 1.943.000,00
Capital de Giro Sicredi - R$ 1.300.000,00
Wesley José Souza Ribeiro - R$ 1.217.000,00
Duplicatas recebíveis (Bradesco) - R$ 1.000.000,00
Idelfonso Eterno Galvão - R$ 996.285,00

Confira a lista completa aqui.

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Rondonópolis - MT
Sobre o município Notícias de Rondonópolis - MT
- Atualizado às 20h00 - Fonte: ClimaTempo
°

Mín. ° Máx. °

Seg °C °C
Ter °C °C
Qua °C °C
Qui °C °C
Sex °C °C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes