Terça, 19 de Outubro de 2021
°

-

Polícia Pedra Preta

Polícia Civil recupera carga de adubo furtada de fazenda de MT avaliada em R$ 500 mil

Uma carga de 140 toneladas de adubo, avaliada em aproximadamente R$ 500 mil, furtada de uma fazenda nas proximidades de Pedra Preta foi recuperada pela Polícia Civil, na sexta-feira (01.10), menos de oito horas após o crime.

02/10/2021 às 19h32
Por: Leandro Campos Fonte: Assessoria/Polícia Civil-MT
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma carga de 140 toneladas de adubo, avaliada em aproximadamente R$ 500 mil, furtada de uma fazenda nas proximidades de Pedra Preta foi recuperada pela Polícia Civil, na sexta-feira (01.10), menos de oito horas após o crime. A ação resultou ainda em duas pessoas presas em flagrante e na apreensão de diversos maquinários.

No momento da apreensão, o adubo estava sendo misturado a outros fertilizantes para disfarçar a sua origem, dificultando assim o seu reconhecimento e recuperação.

O furto ocorreu durante a madrugada de sexta-feira (01), sendo utilizados três caminhões, um veículo munck e um veículo de apoio para retirada da carga da fazenda.

Assim que foram comunicados dos fatos, os policiais da Delegacia de Pedra Preta com apoio da equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis iniciaram as diligências para prender os envolvidos no crime.

Durante as diligências, os policiais chegaram a um conglomerado de barracões no Distrito Industrial em Rondonópolis, momento em que os dois suspeitos que estavam no local empreenderam fuga, porém foram presos em um matagal aos fundos do barracão.

]No local, os policiais encontraram a carga de adubo que já estava sendo misturada a outras espécies de fertilizantes para perder a origem ilícita. No barracão também foram apreendidos diversos maquinários e sacolas “bags” contendo adubo.

Diante dos fatos, os suspeitos foram conduzidos à Derf de Rondonópolis, onde após ser interrogado foi autuado em flagrante pelo crime.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.