Domingo, 26 de Setembro de 2021
°

-

Economia Orientação

Calor extremo dispara consumo de energia em MT

Cuiabá bateu nesta semana, o recorde de calor em 2021 por dois dias consecutivos, com os termômetros marcando 41°C, conforme dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

27/08/2021 às 22h03 Atualizada em 27/08/2021 às 22h15
Por: Leandro Campos Fonte: Folha Max
Compartilhe:
Reprodução
Reprodução

Cuiabá bateu nesta semana, o recorde de calor em 2021 por dois dias consecutivos, com os termômetros marcando 41°C, conforme dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). E a previsão é que as máximas continuem altas, assim como o tempo seco em Mato Grosso. De acordo com o Inmet, o estado registrou no último trimestre, temperatura até três graus maior do que a média histórica para o estado no período. Além disso, entre agosto, setembro e outubro, as temperaturas devem ficar até 1,5 grau acima da média para o período. 

Especialistas apontam que o clima extremo vai ter impacto no consumo de energia e que as famílias precisam ficar atentas aos hábitos para economizar.

PARTICIPE DO GRUPO NO WHATSAPP DO SITE HORA NEWS MT, E FIQUE BEM INFORMADO EM NOTÍCIAS, VAGAS DE EMPREGO, ÚTILIDADE PÚBLICA E MUITO MAIS! CLIQUE AQUI

SIGA O HORA NEWS MT NO INSTAGRAM, CLIQUE AQUI.

“Em um dia em que a temperatura esteja em 25° celsius, com poucos minutos de funcionamento a plena carga, o aparelho de ar-condicionado baixará a temperatura para os 23° celsius pretendidos. Mas se o ambiente estiver muito mais quente, como 30° celsius, o aparelho terá que operar a plena carga por muito mais tempo para baixar e manter a temperatura no nível desejado. Ou seja, maior impacto na conta de luz”, comenta o presidente do Instituto Acende Brasil, Claudio Sales.

Imagine então em uma situação extrema, como em Mato Grosso. Por exemplo, uma família que continua usando o mesmo equipamento pela mesma quantidade de horas em dias amenos e quentes, pode ter um impacto nas contas de até 78% no mês já somando os impostos - principalmente com o uso em excesso de aparelhos como ventilador, ar-condicionado e umidificador. Por causa da alta variação de consumo prevista, a Energisa intensificou campanhas de conscientização.  

“Nós estamos preocupados com os nossos clientes e com os impactos que o calor e a seca podem ter. Por isso vale o alerta sobre as variações de consumo e o consumo consciente. Isso acontece porque o mesmo equipamento, dependendo da temperatura, trabalha de uma forma diferente para continuar mantendo o desempenho. Ou seja, em dias mais quentes, eles precisam de mais energia, o que aumenta o consumo de quilowatts por hora. É o caso da geladeira, que precisa trabalhar bem mais para manter alimentos na temperatura ideal”, destacou Murilo Marigo, gerente de Serviços Comerciais da Energisa em Mato Grosso. 

Então, como economizar?

Antes de pensar na economia, é necessário que o cliente entenda a sua conta. É preciso compreender que o valor pago é uma junção de consumo de energia, tarifas e impostos. E, quanto maior é o consumo, maior é o imposto. 

Outro ponto importante é identificar a bandeira tarifária vigente. Quando a bandeira está verde, significa que as hidrelétricas estão cheias e suprindo todas as demandas. No caso das bandeiras amarelas e vermelhas, elas são utilizadas em períodos de seca. É a situação atual, com bandeira vermelha patamar dois. 

E o que fazer para suavizar o custo? Mudar hábitos! Veja algumas dicas da Energisa: 

Ar-condicionado 

●      Não deixe portas e janelas abertas com o equipamento ligado. 

●      Mantenha os filtros limpos. 

●      Diminua ao máximo o tempo de utilização do aparelho. 

●      Coloque cortinas nas janelas que recebem sol direto.

●      Se possível, priorize a posição de 23ºC.  

Ventilador

● Deixe ligado apenas quando alguém estiver usando. Deixar o ventilador ligado com antecedência para tentar refrescar um ambiente, não funciona, ele apenas desperdiça energia.

Geladeira 

●     Evite deixar a porta aberta. 

●     Regule a temperatura interna de acordo com o manual de instruções. 

●     Não coloque alimentos quentes dentro do equipamento. 

●     Deixe espaço para ventilação na parte de trás da geladeira.  

●     Não forre as prateleiras. 

●     Descongele a geladeira e verifique as borrachas de vedação regularmente. 

Ferro de passar 

●      Junte as roupas para passar de uma só vez. 

●      Separe as roupas por tipo e comece pelas que exigem menor temperatura. 

●      Nunca deixe o ferro ligado enquanto realiza outra atividade. 

Aparelhos em stand-by 

●      Retire da tomada quando possível ou durante longas ausências. 

Chuveiro

●      Priorize a posição “Verão”.  

Iluminação 

●      Utilize iluminação natural ou lâmpadas econômicas, como as de LED e apague a luz ao sair de um cômodo. Uma sugestão é pintar o ambiente com cores claras. Em Mato Grosso, você pode trocar lâmpadas incandescentes e fluorescentes de graça pelas de LED. Para mais informações acesse o site energisajuntos.com.br/Matogrosso. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.