Domingo, 25 de Julho de 2021
(65) 9.8455-7418
Polícia Há 10 anos

Homem que matou delegado da BA em entrevista ao vivo é preso em VG

Foi preso, na tarde desta sexta (16), Magno Menezes dos Santos. Ele estava foragido e é acusado de matar o delegado Clayton Leão, titular da 18ª Delegacia de Camaçari (Bahia) e chefe do Comando de Operações Especiais (COE) daquele Estado, com dois tiros na cabeça em 2010.

17/07/2021 20h52
Por: Leandro Campos Fonte: RD News
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Foi preso, na tarde desta sexta (16), Magno Menezes dos Santos. Ele estava foragido e é acusado de matar o delegado Clayton Leão, titular da 18ª Delegacia de Camaçari (Bahia) e chefe do Comando de Operações Especiais (COE) daquele Estado, com dois tiros na cabeça em 2010. A prisão foi feita pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO).

O assassinato aconteceu enquanto o delegado concedia uma entrevista ao vivo para uma emissora de rádio local baiana, no interior, gerando comoção na cidade por ter sido acompanhado em tempo real.

Segundo as informações da FICCO, que reúne forças de todas as polícias, Magno estava foragido em Várzea Grande. Ele tinha a intenção de fugir para a Bolívia. A equipe de policiais conseguiu confirmar a identidade do suspeito e localizá-lo. Após a prisão, ele foi conduzido para a Superintendência da Polícia Federal em Cuiabá e, em seguida, encaminhado ao presídio.

A prisão teve o apoio da Delegacia de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (DRACCO) da Polícia Civil da Bahia e da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Civil de Mato Grosso.

Em 2010, logo após o crime, Magno se entregou à polícia, mas conseguiu liberdade e estava foragido.

O delegado da Polícia Civil de Mato Grosso, Frederico Murta, supervisor da FICCO/MT, ressaltou que a eficiente troca de informações entre as agências de inteligência e o pronto apoio prestado pelas equipes de investigadores da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da PJC/MT, foram essenciais para o êxito na recaptura do criminoso foragido antes que ele conseguisse deixar o país.

A FICCO/MT consiste em uma força tarefa composta pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar e sistema prisional e tem por objetivo realizar uma atuação conjunta e integrada no combate ao crime organizado que atua no Estado do Mato Grosso. (Com informações da assessoria)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.