Domingo, 25 de Julho de 2021
(65) 9.8455-7418
Cidades Queda de braço

Estado desconsidera Sintep e garante que aulas voltam em agosto

Secretário explica que quase todos professores já tomaram 1ª dose

14/07/2021 19h18
Por: Leandro Campos Fonte: Emily Magalhães/Folha Max
Reprodução
Reprodução

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, afirmou que o retorno das aulas na rede estadual de ensino no sistema híbrido vai ocorrer no dia 3 de agosto. As declarações foram dadas nesta quarta-feira (14), em entrevista ao Jornal do Meio-dia. “No nosso calendário é para retornar as aulas depois do recesso no dia 3 de agosto na modalidade híbrida. Nós estamos trabalhando para isso já há algum tempo”, disse o secretário.

Segundo Porto, tanto as escolas quanto os profissionais estão preparados para retomar as atividades. “As nossas escolas estão preparadas e mandamos recursos para todas elas tanto para questão de aquisição de material de prevenção a Covid, quanto às orientações de como trabalhar cumprindo os protocolos de biossegurança, também o plano de contingência e todas as orientações ao longo desses seis meses a gente trabalhou, principalmente na formação da prática pedagógica dentro de sala de aula na modalidade híbrida”, explicou.

No mês passado, a Assembleia Legislativa (ALMT) derrubou o veto do governador ao trecho de um projeto que condiciona o retorno das aulas presenciais à imunização de todos os profissionais da Educação contra a Covid-19.  Sobre o assunto, o secretário comenta que Governo do Estado priorizou a vacinação dos servidores da educação e praticamente todos os profissionais já receberam pelo menos a primeira dose do imunizante.

“O Governo do Estado priorizou as vacinas para os profissionais da educação. Hoje praticamente 100% já tomaram a primeira dose e alguns municípios já registraram que aplicaram a segunda dose dos profissionais da educação. A gente está bastante otimista e sabemos que muito dos professores que estão na rede também querem retomar suas atividades presenciais e nesse primeiro momento a gente quer retomar de forma gradativa com 50% da capacidade da sala de aula”, argumentou Porto.

Apesar da pressão por parte do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público (Sintep-MT), quanto a cobrança de vacinação dos profissionais como condicionante para o retorno das aulas, Porto afirma que a data não deve mudar. “O Sintep é um sindicato. Quem decide o que vai acontecer dentro das escolas não é o sindicato. É a Secretaria de Estado de Educação. É o Governo do Estado e todas as orientações foram encaminhadas”, finalizou o secretário.

PARTICIPE DO GRUPO NO WHATSAPP DO SITE HORA NEWS MT, E FIQUE BEM INFORMADO EM NOTÍCIAS, VAGAS DE EMPREGO, ÚTILIDADE PÚBLICA E MUITO MAIS! CLIQUE AQUI.

SIGA O HORA NEWS MT NO INSTAGRAM, CLIQUE AQUI.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.