Domingo, 25 de Julho de 2021
(65) 9.8455-7418
PolíticaMT Partido com Emanuel

Mauro Mendes não pretende sair do DEM e evita polemizar

O governador Mauro Mendes descartou qualquer possibilidade de deixar o Democratas (DEM) e aderir a outro partido.

10/07/2021 13h53
Por: Leandro Campos Fonte: Pablo Rodrigo/Gazeta Digital
Foto: Jana Pessôa
Foto: Jana Pessôa

O governador Mauro Mendes descartou qualquer possibilidade de deixar o Democratas (DEM) e aderir a outro partido. A declaração ocorre após a divulgação do convite do ex-ministro Gilberto Kassab para que ele se filiasse ao PSD.  

Segundo Mauro, ele chegou a conversar com algumas lideranças nacionais, mas que não tem nenhum interesse em fazer alguma mudança de partido.   "Eu estou bem no DEM, tenho amigos no DEM. Partido é assim, tem diversos pensamentos, diversas correntes. É bom, democracia é isso. Estou muito tranquilo e não pretendo mudar", disse após ser questionado sobre o assunto.  

Mendes voltou a afirmar que, qualquer conversa eleitoral, só será tratada em 2022, e que continuará focado em sua gestão para entregar e fazer obras no Estado. "Isso é o meu foco no dia a dia, entregar coisa pro cidadão. E 2022, deixa pra 2022".  

A declaração do governador deverá acabar com as especulações de que o mesmo estaria incomodado com racha dentro do DEM em Mato Grosso, após vários embates com a ala dos irmão Júlio e Jayme Campos.   Ele também aproveitou para afirmar que a aproximação do PSL com o seu governo não seria uma alternativa para trocar de legenda.

"Não é o objetivo mostrar que tenho outros partidos que poderia me filiar. o PSL é um partido que não estava nos apoiando e agora está. Reconhecendo o nosso trabalho e o que o governo vem demonstrando em Mato Grosso", explicou.  

Mauro Mendes vem admitindo aos poucos que pretende disputar a reeleição em 2022, e já vem autorizando os seus aliados a iniciarem as articulações para a construção do seu arco de aliança para a disputa.  

DEM em Cuiabá  

O governador também evitou comentar o anúncio do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) sobre a indicação de  Leonardo Leão (DEM) para a Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária. " Normal, Não tenho nada a dizer, nem a favor, nem contra, muito pelo contrário", disse.  

No entanto, Mendes lembrou que o DEM da capital tem suas próprias deliberações e que Leão não representaria o DEM na gestão Emanuel.  

"O DEM ele tem sua autonomia e uma pessoa ligada a um partido, participar de governo A, B ou C, seja qual for, não significa que você vai ser base. Esse é um movimento de quem gosta de fazer política, natural, mas isso não muda absolutamente nada aquilo que eu penso, o que DEM pensa, ou decisões venham ser tomadas futuramente", concluiu.  

Leonardo Leão é ligado ao senador Jayme Campos e sua nomeação faz parte da estratégia de Emanuel Pinheiro para manter o DEM dividido, visando uma possível disputa contra Mauro Mendes  ao governo do Estado.

PARTICIPE DO GRUPO NO WHATSAPP DO SITE HORA NEWS MT, E FIQUE BEM INFORMADO EM NOTÍCIAS, VAGAS DE EMPREGO, ÚTILIDADE PÚBLICA E MUITO MAIS! CLIQUE AQUI.

SIGA O HORA NEWS MT NO INSTAGRAM, CLIQUE AQUI.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.