Terça, 15 de Junho de 2021
(65) 9.8455-7418
Geral Atenção

Vazio sanitário da soja começa na próxima terça-feira (15) em Mato Grosso

Na próxima terça-feira (15/06) tem início o Vazio Sanitário da Soja no território mato-grossense.

08/06/2021 19h45
Por: Leandro Campos Fonte: Assessoria
Foto: Wenderson Araújo/CNA
Foto: Wenderson Araújo/CNA

A partir da próxima terça-feira (15.06) está proibida a presença de plantas vivas de soja no estado de Mato Grosso. O vazio sanitário terá início no dia 15 de junho e se estende até o dia 15 de setembro, e neste período é proibida a presença de plantas vivas de soja, cultivadas ou guaxas (germinação voluntária).

Há 15 anos o estado do Mato Grosso estabeleceu o Vazio Sanitário da soja, que é a principal medida fitossanitária na prevenção da ferrugem asiática da soja. A medida está prevista na Instrução Normativa Conjunta Sedec/Indea-MT nº 001/2021 e tem o objetivo de reduzir a sobrevivência do fungo no período de entressafra, atrasando a ocorrência da doença na safra seguinte.

A fiscalização do cumprimento do Vazio Sanitário é realizada pelos Agentes e Fiscais do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea-MT), que mesmo em período de Pandemia (Covid-19) devem fiscalizar mais de 5 mil propriedades.

“É importante que os produtores realizem a eliminação das plantas vivas de soja antes do início do período do Vazio Sanitário e que mantenham suas lavouras livres de plantas de soja durante todo o período” alerta Renan Tomazele, diretor-técnico do Indea.

Denúncias quanto ao descumprimento do vazio sanitário podem ser feitas ao Indea-MT por meio da Ouvidoria Setorial, pelo telefone 0800 647 9990, por meio Ouvidoria Geral do Estado pelo endereço eletrônico http://www.ouvidoria.mt.gov.br/falecidadao, ou ainda nas unidades locais do Indea-MT. Os mesmos canais podem ser utilizados ainda para sanar dúvidas, fazer solicitações, elogios e/ou reclamações.

 

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.