Terça, 30 de Novembro de 2021
°

-

Mundo Sorriso

Perícia constata que bebê morreu de traumatismo craniano

Exame da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) constatou que o bebê Brian, de 5 meses, morreu de traumatismo craniano.

20/05/2021 às 19h07
Por: Leandro Campos Fonte: Khayo Ribeiro/GD
Compartilhe:
Foto: João Vieira
Foto: João Vieira

Exame da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) constatou que o bebê Brian, de 5 meses, morreu de traumatismo craniano. O corpo do menino foi encontrado enterrado no quintal de uma casa na cidade de Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá), na segunda-feira (17).

A confirmação de que a morte foi causada por traumatismo consta no exame de necropsia do bebê, mas o laudo da perícia ainda não foi emitido. Assim, os detalhes sobre as lesões sofridas pela criança só serão divulgados com a emissão do documento final.

O resultado do exame de necropsia derruba a versão apresentada pela mãe da criança, identificada como Ramira Gomes da Silva, 22 anos, apontada como sendo a principal suspeita da morte do bebê.

Conforme o delegado Yuri Medeiros, que realizou a prisão, a mulher disse que viajou e deixou o bebê com uma amiga. Nessa primeira versão, ela afirmou que não saberia a causa da morte.

Contudo, após ser questionada novamente a respeito do crime, a mãe apresentou nova narrativa sobre os fatos. A mulher apontou que o bebê morreu no dia 13 enquanto dormia. Ela também confirmou que enterrou a criança, mas negou ter amputados os pés e mãos do menino.

O caso

Na segunda-feira um vizinho chamou a polícia após seu cachorro escavar embaixo do tanque e encontrar o corpo de um bebê.

Além da morte, o crime chamou a atenção porque a criança estava sem as mãos e pés. A mãe não foi localizada na cidade e passou a ser buscada pela polícia.  

Posteriormente, na terça-feira (18), ela foi encontrada em Porto Velho (RO), em um barco com destino a Manaus (AM).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.