Terça, 15 de Junho de 2021
(65) 9.8455-7418
Cidades Limpeza na PC

Estado demite investigador por extorquir vítimas em R$ 1,5 mil e ouro

Outro policial civil também teve a demissão publicada no Diário Oficial

07/05/2021 12h46
Por: Leandro Campos Fonte: Diego Frederici/Folha Max
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Governo de Mato Grosso manteve a demissão de um investigador da Polícia Judiciária Civil (PJC) que extorquiu R$ 1,5 mil de duas pessoas em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, no ano de 2017. A decisão é do último dia 4 de maio.

Marcos Conceição Amorim foi flagrado com o valor logo após extorquir dois moradores de Várzea Grande ao lado de um policial militar. A própria PM realizou o flagrante, após ser acionada pelas vítimas da extorsão, que conseguiram acionar os agentes de segurança pública.

Sua demissão foi publicada em setembro de 2020 pelo Governo do Estado. Ele pediu “reconsideração”.

Porém, não foi atendido pelo Poder Executivo. Segundo informações dos autos, a dupla de policiais invadiu a casa das vítimas com armas de fogo exigindo “dinheiros, armas e ouro”. “Os denunciados adentraram à residência das vítimas e, de arma em punho, simulando ser uma abordagem policial, passaram a exigir ‘dinheiro, armas e ouro’.  Os denunciados, por diversas vezes, ameaçaram as vítimas de morte, enquanto vasculharam todo o imóvel em busca dos bens exigidos. Durante a ação delituosa, a vítima realizou contato com familiares que, por sua vez, acionaram a Polícia Militar”, diz trecho dos autos.

O processo não informa o motivo da extorsão.

OUTRA DEMISSÃO

O Poder Executivo Estadual também demitiu investigador da PJC, João dos Santos Rocha. Não há informações sobre os motivos que levaram o servidor a perder o cargo.

Diferente da exoneração, a demissão possui caráter punitivo no âmbito da administração pública.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.