Sábado, 15 de Maio de 2021
(65) 9.8455-7418
Geral Mnaifesto

Médicos de MT assinam manifesto a favor de ivermectina e cloroquina para a covid

Um manifesto que defende o "tratamento precoce" da covid-19 no Brasil ganhou o apoio de 56 médicos de Mato Grosso.

22/04/2021 21h20
Por: Leandro Campos Fonte: Talyta Amaral/GD
Foto: Joao Vieira
Foto: Joao Vieira

Um manifesto que defende o "tratamento precoce" da covid-19 no Brasil ganhou o apoio de 56 médicos de Mato Grosso. O movimento Médicos pela Vida defende a utilização ivermectina e a hidroxicloroquina, medicamentos que já foram rejeitados pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) para os casos do novo coronavírus.

No manifesto, que tem a assinaturas de 4.715 médicos de todo o país, é defendido o uso "da correta combinação de medicações como a hidroxicloroquina, a ivermectina, a bromexina, a azitromicina, o zinco, a vitamina D, anticoagulantes entre outras, além dos corticoides que têm um momento certo para sua utilização nas fases inflamatórias da doença".

O grupo defende o tratamento precoce, desde que com o consentimento do paciente. E que esse tipo de medicação tem o objetivo de "reduzir o número de pacientes que progridem para fases mais graves da doença, diminuindo o número de internações, reduzindo a sobrecarga do sistema hospitalar, prevenindo complicações pós-infecção e diminuindo o número de óbitos".

Segundo o CFM, o conselho não recomenda e nem aprova o tratamento precoce com tais medicamentos. No entanto, em 2020 o CFM deu um parecer que dava autonomia aos médicos para prescreverem cloroquina e hidroxicloroquina para pacientes de covid-19, não como regra, mas na avaliação caso a caso.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE ATENTO NAS NOSSAS NOTÍCIAS, CLIQUE AQUI

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.