Sábado, 15 de Maio de 2021
(65) 9.8455-7418
PolíticaMT Bilhão e Bilhão

Bolsonaro enviou bilhões para Mato Grosso, defende Barbudo

Em entrevista para o Jornal do Meio Dia, da TV Vila Real, o deputado federal Nelson Barbudo (PSL) voltou a citar a polêmica da fake news da fake news dos R$ 15 bilhões, alegando que o presidente enviou bilhões para o Estado, independente de ser R$ 5 bilhões ou R$ 15 bilhões, o que é muito dinheiro.

22/04/2021 09h37
Por: Leandro Campos Fonte: Vitória Lopes/Gazeta Digital
Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

Em entrevista para o Jornal do Meio Dia, da TV Vila Real, o deputado federal Nelson Barbudo (PSL) voltou a citar a polêmica da fake news da fake news dos R$ 15 bilhões, alegando que o presidente enviou bilhões para o Estado, independente de ser R$ 5 bilhões ou R$ 15 bilhões, o que é muito dinheiro. Segundo o governador Mauro Mendes (DEM), o governo federal destinou R$ 5 bilhões para o enfrentamento da covid-19, e não R$ 15 bilhões como tem sido divulgado nas redes sociais.

A informação falsa foi propagada pelo deputado federal José Medeiros (Podemos), que acusou o governo mato-grossense de ter recebido R$ 15 bilhões e ter “sumido” com o dinheiro. Bolsonarista e opositor do governador Mauro Mendes, Medeiros acusou que foi só o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) divulgar o valor que o dinheiro começou a aparecer.

Repetindo a fake news, Barbudo explicava na entrevista sobre a CPI da covid-19, pontuando que o Supremo Tribunal Federal (STF) tirou o poder do presidente de gerir a crise da covid-19, quando decidiram dar autonomia aos governos e municípios.

“Ele deixou somente a prerrogativa de que o presidente da República destinasse os recursos aos estados e aos municípios. O presidente Bolsonaro cumpriu fielmente, ele destinou bilhões aos estados e municípios. E a partir daí, vimos a farra do dinheiro publico", afirmou.

O parlamentar então é corrigido pelo apresentador, que afirmou que esta informação foi negada pelo governo do Estado, e que o valor repassado, na verdade, era de R$ 5,044 bilhões.

Barbudo, por sua vez, se defende dizendo que “bilhão é bilhão”. “Não faço parte da equipe econômica, mas estou averiguando agora que de 15 para 5, tudo é bilhões. São bilhões. Nós precisamos saber aplicar bem os bilhões que o nosso presidente destinou. Agora, se ele tivesse falado que destinaria 15 bilhões e mandado 100 milhões, acho que não”, calcula.

Ele argumenta ainda que os recursos federais devem ser investigados, além de citar a lentidão da vacinação contra a covid-19. “O presidente ou não sei quem, deve ter errado, que tá essa polêmica entre Mauro Mendes e José Medeiros e não quero entrar nela. Eu só sei de uma coisa: foi destinado bilhões para o estado de mato grosso e não podemos ter essa lentidão”.

Siga o Site Hora News no Facebook, Clique Aqui.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.