Quarta, 23 de Junho de 2021
(65) 9.8455-7418
Polícia Tentativa

Investigado por tentativa de homicídio contra o próprio "amigo" é preso pela Polícia Civil em MT

Um homem procurado pela Justiça por tentar matar o amigo em Campo Novo dos Parecis (396 km a noroeste de Cuiabá) foi preso pela Polícia Civil do município na sexta-feira (05.02), em ação para cumprimento de mandado de prisão.

09/02/2021 20h55
Por: Wilmar Erasmo Fonte: Assessoria/Polícia Civil-MT
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um homem procurado pela Justiça por tentar matar o amigo em Campo Novo dos Parecis (396 km a noroeste de Cuiabá) foi preso pela Polícia Civil do município na sexta-feira (05.02), em ação para cumprimento de mandado de prisão.

O suspeito teve a ordem de prisão preventiva decretada por tentativa de homicídio, após investigação, identificação de autoria e representação da Delegacia de Polícia de Campo Novo dos Parecis.

O crime tentado contra a vida ocorreu na noite do dia 19 de novembro de 2020, em um estabelecimento comercial localizado no centro da cidade, onde os amigos (vítima e suspeito) acabaram se desentendendo. Na ocasião, o suspeito desferiu dois golpes de faca no rapaz de 26 anos, que foi atingido na região lombar. A vítima foi socorrida e encaminhada para atendimento médico. Já o autor fugiu do local.

Conforme o delegado Honório Gonçalves Neto, assim que a Polícia Civil foi comunicada, foi instaurado inquérito para apurar o crime, bem como foram ouvidas várias testemunhas, colhidas informações e demais providências que resultaram na representação do pedido de prisão preventiva do autor do crime, ainda em  2020.

“Desde então desaparecido, os investigadores tomaram conhecimento que o procurado estava de volta na cidade, e na sexta-feira (05) ele acabou sendo surpreendido e preso”, destacou o delegado.

Em cumprimento ao mandado de prisão preventiva, o suspeito foi conduzido até à delegacia e interrogado, assumindo a autoria criminosa. Após depoimento, o preso foi encaminhado para a Cadeia Pública de Campo Novo dos Parecis, ficando à disposição da Justiça.

O inquérito policial foi relatado e concluído, sendo encaminhado ao Poder Judiciário. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.