Quarta, 20 de Janeiro de 2021
(65) 9.9696-8266
Cidades Levada ao Interior

Família denuncia extravio do corpo de servidora que morreu por Covid

Corpo de Marly Pommot foi enviado ao interior e família precisou esperar quase um dia para enterrá-l

02/01/2021 14h24
Por: Redação Hora News MT Fonte: Midia News
Reprodução
Reprodução

A família da servidora aposentada Marly Pommot Maia, que morreu aos 81 anos na última quinta-feira (31), denunciou que o Hospital Santa Rosa trocou o corpo dela pelo de uma outra pessoa. Ela foi enviada para o interior e a família precisou esperar o retorno do corpo para poder enterrá-la.

Marly Pommot Maia era considerada a “guardiã da memória”, devido ao seu papel fundamental na preservação e manutenção de objetos e obras da história mato-grossense. Ela morreu devido a complicações da Covid-19.

Segundo o neto de Marly, Leonardo Maia, havia pelo menos 50 carros do lado de fora do hospital para se despedir. Ela receberia um cortejo em sua homenagem.

Devido à demora, um parente da família se dirigiu à recepção e lá recebeu a informação de que possivelmente o corpo teria sido enviado para o interior do Estado. Isso porque, a unidade trocou o corpo dela com outro paciente que morreu por outro motivo.

Isso fez a família levantar o questionamento existe protocolo de segurança mesmo? Foi um absurdo o que aconteceu

Segundo Leonardo não se sabe ao certo qual era o destino, se Mirassol D’Oeste ou Cáceres.

Marly foi reconhecida ao chegar a Cuiabá por volta das 19h40 da sexta-feira (1ª). O enterro foi realizado no mesmo dia, por volta das 20h30.

“A homenagem que preparamos foi perdida, faríamos uma oração para ela, cada um em seu carro, respeitando as medidas de segurança. Acho que nós estávamos seguindo esse protocolo mais do que o hospital”, disse o neto da aposentada. 

"A família sofreu duas vezes, pela perda e pela negligência do hospital. O estresse foi muito grande”, completou.

Outro lado

Em nota, o Hospital Santa Rosa lamentou a troca e afirmou que está apurando o caso.

Nota à Imprensa

O Hospital Santa Rosa lamenta o ocorrido e está apurando o fato junto à empresa funerária responsável pela retirada e remoção do óbito. Caso identifique alguma falha interna, irá adotar as devidas providências necessárias para repará-la.

Hospital Santa Rosa

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE ATENTO NAS NOSSAS NOTÍCIAS, CLIQUE AQUI.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.