Sábado, 16 de Janeiro de 2021
(65) 9.9696-8266
Política Legislativo Cuiabano

Após posse dos 25 vereadores, Juca é eleito presidente com 18 votos

Com o apoio de 18 dos 25 vereadores, Juca do Guaraná (MDB) foi eleito presidente da Câmara de Cuiabá na tarde desta sexta (1º de janeiro) durante uma longa sessão presidida por Diego Guimarães (Cidadania), o mais votado em novembro.

01/01/2021 17h47
Por: Redação Hora News MT Fonte: Patrícia Sanches e Jacques Gosch/RD News
Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

Com o apoio de 18 dos 25 vereadores, Juca do Guaraná (MDB) foi eleito presidente da Câmara de Cuiabá na tarde desta sexta (1º de janeiro) durante uma longa sessão presidida por Diego Guimarães (Cidadania), o mais votado em novembro. Por 18 a 7, Juca derrotou Diego, que liderou chapa de oposição, e será o sucessor do ex-vereador Misael Galvão (PTB).

A Mesa Diretora passa a ser composta também por Paulo Henrique, o Paulinho  (1º secretário); Renivaldo Nascimento (1º vice-presidente);  Cezar Nascimento (2º Secretário); e Luiz Fernando de Amorim (2º vice-presidente).

A chapa de oposição derrotada era formada por Diego (presidente); Michely Alencar (primeira vice-presidente); Rodrigo Arruda (segundo vice-presidente); Sargento Vidal (primeiro secretário); e  Dilemário Alencar (segundo secretário). Além dos integrantes da chapa, também votaram na ala independente: Edna Sampaio (PT) e Marcos Pacolla (Cidadania).

Antes da votação em si, houve um pequeno entrevero entre Diego e Juca porque, na condição de presidente interino, Diego impôs fala de 3 minutos para que as chapas fossem apresentadas. Juca reclamou do adiantado da hora e do fato disso não ser previsto em regimento. Diego, por sua vez, indeferiu. Assim Renivaldo e Michelly foram escalados para falar.

Renivaldo disse que não "existe homem ou mulher", mas representantes da população. Em tom apaziguador, pediu para que a nova legislatura já não comece com animosidade. Já Michelly disse que o grupo elaborou uma carta à população cuiabana. "Queremos independência em relação ao Poder Executivo". Depois, reclamou do fato do mesmo partido, o MDB, comandar a Câmara e a prefeitura, sob Emanuel Pinheiro.

Na última eleição, Juca teve 15.123 votos e, com sua vitória hoje, o MDB passa a comandar os principais Poderes da Capital: a prefeitura, com Emanuel Pinheiro e a Câmara com Juca.

Bem articulado, no decorrer do processo, Juca foi vencendo outros colegas integrantes da base que também almejavam o cargo. Os primeiros a desistir foram Renivaldo - que foi eleito vice-presidente - e Adevair Cabral, hoje primeiro secretário. Já Marcrean Santos (PP) tentou se viabilizar até na reta final, mas não conseguiu e acabou votando em Juca.

Posse

Antes da eleição da Mesa Diretora, Diego abriu os trabalhos e deu posse para 25 vereadores eleitos e/ou reeleitos em novembro. Mário Nadaf (PV), que estava com Covid, fez novo exame e foi liberado para participar - veja quadro dos empossados.

Durante a sessão, também foram definidos alguns líderes partidários:  Dilemário do Podemos; Chico 2000  do PL; Edna do PT; Pacolla do Cidadania; Sargento Vidal do Pros;  e Michely do DEM.

Durante os discursos, Dilemário e Edna aproveitaram para cobrar que o prefeito de Cuiabá faça um plano municipal de vacinação contra à Covid-19. Já Demilson Nogueira se emocionou ao lembrar que teve a doença e que seu pai foi uma das vítimas fatais.

Chico e Adevair, por sua vez, lembraram os episódios de brigas e pediram que a próxima legislatura seja mais tranquila e com respeito.

Devido à pandemia, a sessão foi bastante restrita com a presença de alguns familiares. A solenidade começou por volta das 15h e se estendeu até depois das 18h.

Confira a composição da nova Mesa Diretora

Presidente: Juca do Guaraná (MDB)

1º secretário: Paulo Henrique, o Paulinho (PV)

Vice-presidente: Renivaldo Nascimento (PSDB)

2º Secretário: Cezar Nascimento (PSL)

2º vice presidente: Luiz Fernando (Republicanos)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.