Sábado, 05 de Dezembro de 2020
(65) 9.9696-8266
Geral Diretoria

Novos delegados recebem portarias de lotações para unidades da Polícia Civil no interior de MT

30 delegados se formaram na semana passada, após cinco meses de curso na Acadepol

03/11/2020 23h29
Por: Redação Hora News MT Fonte: Assessoria/Polícia Civil-MT
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Os novos delegados da Polícia Civil de Mato Grosso receberam nesta terça-feira (03.11) as portarias com os locais de lotação para delegacias do interior do estado. Os 30 delegados foram lotados em unidades de 11 delegacias regionais.

Além da lotação, os profissionais também receberam da instituição os materiais de trabalho, como coletes balísticos, armamento, munições, algemas e a identidade funcional.

O delegado-geral Mário Dermeval Aravéchia de Resende deu boas vindas e reiterou a necessidade de interação e integração dos profissionais com a sociedade e poder público nos municípios para honrar o compromisso da Polícia Civil com a sociedade. “Aliem-se às instituições e formem um time forte de combate ao crime e não permitam-se contaminar por pensamentos contraproducentes e busquem não enxergar problemas, mas desafios. Vocês chegam em um momento melhor, de modernização operacional, em que a Polícia Civil caminha para a concretização da tecnologia, como 100% do inquérito eletrônico, projeto que gera economia e maior funcionalidade, além das outras ferramentas como reconhecimento facial, o TCO avançado e captura de imagens em 3D para materiais apreendidos que estamos concluindo, conteúdos que em médio e longo prazo serão fundamentais para um trabalho de maior excelência da polícia”, frisou o delegado-geral.

O delegado-geral adjunto, Gianmarco Pacola, lembrou da importância da Polícia Civil no acolhimento e proteção às vítimas. “O compromisso com a sociedade, a interação com os municípios é fundamental para o bom desenvolvimento do trabalho da Polícia Civil”.

Os novos delegados foram lotados para as delegacias de Juscimeira, Sorriso, Pontes e Lacerda, Alto Araguaia, Campo Novo dos Parecis, Confresa, Vila Bela da Santíssima Trindade, Comodoro, Arenápolis, Barra do Bugres, Vera, São José do Rio Claro, Sapezal, Paranaíta, Querência, Gaúcha do Norte, Colíder, Guarantã do Norte, Peixoto de Azevedo, Porto dos Gaúchos, Nova Monte Verde , Ribeirão Cascalheira, Cotriguaçu, Vila Rica, Porto Alegre do Norte e Aripuanã.

O diretor de Interior, Walfrido Nascimento, conduziu o ato de designação dos novos delegados, que foram lotados conforme critérios estabelecidos na Resolução 066/2020/CSP. Walfrido reiterou a importância da dedicação, necessidade de liderança e sabedoria aos novos profissionais como ferramentas essenciais no cotidiano policial e na formação de parcerias. “É a partir de agora que cada um de vocês colocará em prática os ensinamentos recebidos e tornar realidade as instruções da academia. É o dia a dia que vai forjar o trabalho de cada um.”.

Durante a entrega das portarias de lotações, o delegado Walter de Melo Fonseca Jr., que coordena as atividades da Polícia Civil para o pleito eleitoral deste ano, repassou orientações aos novos delegados sobre as atividades da instituição durante as eleições. Neste ano, a Polícia Civil empregará um efetivo de mais de mil policiais (delegados, escrivães e investigadores) para atuação em todos os municípios de Mato Grosso durante o pleito eleitoral.

“Mato Grosso é um estado de dimensões continentais, então a lotação é sempre uma surpresa. Mas eu fui agraciado com uma cidade do extremo norte do estado, distante cerca de mil km da capital, mas com ótima estrutura. E com pessoas que querem o melhor para nosso estado. Eu cresci passando férias nessa região e servir em Cotriguaçu vai ser um orgulho pra mim, e em especial ao meu pai, que cresceu naquela região”, afirma o delegado Philipe Pinho, um dos oito mato-grossenses da nova turma.

Os novos delegados deverão se apresentar às delegacias regionais até o dia 13 de novembro, quando então serão encaminhados aos municípios de lotação para iniciar as atividades profissionais já participando das eleições.

O mineiro José Ramon Leite acredita que foi escolhido pela cidade onde irá trabalhar, Vila Rica, município em um dos extremos de Mato Grosso. "Acredito que fui escolhido pela cidade, até pela história do município, que foi formada também por mineiros. Estou extremamente ansioso para começar as atividades e com muita disposição para atuar na concretização de um sono que começou lá na faculdade. Foi a carreira que escolhi desde muito cedo e estou com muita vontade de prestar um serviço de qualidade e dar o melhor pela população de Vila Rica”, afirmou o delegado José Ramon.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.