Sábado, 24 de Outubro de 2020
(65) 9.9696-8266
PolíticaMT Seguem na UTI

Ministro atribui a milagre sobrevivência de ocupantes de helicóptero

Um dos ocupantes do helicóptero da Força Nacional que caiu no Pantanal já teve alta e outros dois seguem em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

12/10/2020 00h10
Por: Redação Hora News MT Fonte: Gazeta Digital
Foto: Divulgação Ciopaer
Foto: Divulgação Ciopaer

Um dos ocupantes do helicóptero da Força Nacional que caiu no Pantanal já teve alta e outros dois seguem em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A previsão é de que tenham alta nos próximos dias. O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, visitou os policiais neste domingo (11) e afirmou que a sobrevivência dos 3 foi um milagre, considerando a gravidade do acidente.

“Quero registrar agradecimento a Deus pelo verdadeiro milagre desses três policiais terem sobrevivido a esse acidente tão grave, à Marinha pelo resgate, ao Estado pela logística e ao hospital por todo o atendimento e competência em todo o tratamento. Principalmente na cirurgia em que havia risco de perda da mobilidade de um dos policiais”, declarou o ministro.

Os três policiais fazem parte do grupo de 150 agente enviados pelo Ministério da Justiça para ajudar no combate ao incêndio no Pantanal, que está em chamas desde julho.

A aeronave partiu da cidade de Corumbá (MS), no dia 8 de outubro, por volta das 12 horas com destino ao distrito de Porto Jofre, em Poconé. Contudo, cerca de 7km antes da parada final, o helicóptero caiu.

Estavam na aeronave segundo sargento da Polícia Militar Emerson Miranda Martins, comandante Renato de Oliveira Souza, da Polícia Civil do Distrito Federal, e o copiloto Luiz Fernando Berberick da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

De acordo com o dirtor do hospital Santa Rosa, Cervantes Caporrossi, Emerson Martins quebrou uma costela e já recebeu alta médica. Luiz Berberick teve fratura na perna e perdeu muito sangue devido à demora no socorro. Ele foi operado e se recupera bem. Renato de Souza sofreu uma lesão na medula e a cirurgia foi delicada pelo risco de comprometimento dos movimentos, mas tudo correu bem e ele se recupera como o esperado.

“O mínimo a fazer era vir visitá-los hoje e registrar a solidariedade o comprometimento do governo Federal com nossos policiais. Espertamos vê-los restabelecidos em breve, com o compromisso reafirmado de servir ao país”, frisou o ministro.

 

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.