Quinta, 29 de Outubro de 2020
(65) 9.9696-8266
Polícia Tapurah

Jovem muda de cidade para fugir do CV, mas é morto a tiros

Após mudar para Tapurah ( a 433 km de Cuiabá), devido rixa com o Comando Vermelho, o jovem Jean de Oliveira Silva, de 19 anos, foi morto e outras duas pessoas ficaram feridas na noite desta terça (6).

07/10/2020 10h28 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Hora News MT Fonte: RD News
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Após mudar para Tapurah ( a 433 km de Cuiabá), devido rixa com o Comando Vermelho, o jovem Jean de Oliveira Silva, de 19 anos, foi morto e outras duas pessoas ficaram feridas na noite desta terça (6). Informações apontam que dois homens, em uma moto, foram os responsáveis pelo crime e estão sendo procurados. A motivação seria uma foto postada em rede social onde dois deles diziam ser membros do Comando Vermelho.  

Conforme o boletim de ocorrência, o trio estava sentado na calçada de casa, no bairro São Cristóvão, quando por volta das 21h57 dois bandidos em uma motocicleta preta se aproximaram, o da garupa sacou uma arma e começou a atirar na contra o grupo.

Um dos amigos da vítima conseguiu fugir e se escondeu em um terreno. Ele disse que somente escutou a esposa de Jean gritando por socorro e os bandidos indo embora. Afirma que não sabe o motivo do crime. Jean foi socorrido ainda com vida e encaminhado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Já o terceiro amigo foi encaminhado para o Hospital Regional de Sorriso, devido à gravidade do ferimento.

Aos policiais a esposa da vítima  confidenciou que estavam morando cerca de quatro meses na cidade, pois precisaram fugir de onde estavam, por conta de uma foto postada por Jean em um rede social com a vítima que conseguiu se esconder, onde diziam ser membros do CV.

Por conta disso, alguns membros da facção passaram a perseguí-los, fazendo com que eles deixassem a cidade. No dia do crime, um amigo deles teria pedido para que o grupo sentasse do lado de fora da casa, onde eles nunca sentavam, pois sempre se reuniam no quintal.

O amigo sentou com o trio e logo em seguida foi embora. Logo depois os motoqueiros passaram atirando e mataram Jean. Ela acredita que o amigo armou uma armadilha. O caso é investigado pela Polícia Civil.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.