MAQUININHA LELECO
Sorriso

Delegado diz que assassino pode pegar até 50 anos de prisão

Menina de 8 anos teve o pescoço quebrado pelo criminoso, que morava no fundos da sua residência

19/07/2019 17h35
Por: Redação Hora News MT
Fonte: Portal Sorriso
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O jovem Jonatan Nicolas Duarte, de 20 anos, acusado de estuprar e matar uma menina de 8 anos, teve a prisão em flagrante convertida em preventiva, após passar por audiência de custódia nesta sexta-feira (19), no Fórum de Sorriso.

De acordo com a Polícia Civil, no momento do crime a menor estava sozinha na casa onde morava com a mãe e o padrasto. Ela havia acabado de entrar para dormir, depois de brincar com amigos da vizinhança.

A decisão foi proferida pelo do juiz Érico de Almeida, da 3ª Vara Cível de Sorriso. Ao MidiaNews, o delegado André Ribeiro, que conduz o caso, o acusado confessou o crime e foi indiciado por homicídio qualificado com emprego meio cruel e asfixia, além de estupro de vulnerável.

“A pena dele pode chegar a 50 anos de reclusão”, disse.

Entenda o caso

O crime aconteceu na noite desta quinta-feira (18), por volta das 23h, no Bairro São José.

Jonatan mora nos fundos da casa da vítima. Ele entrou no imóvel e foi até o quarto da garota, onde cometeu o estupro.

Em depoimento, ele alegou ter ingerido bebidas alcoólicas e usado drogas. Ele contou que quando percebeu que havia matado a criança, parou com o estupro e a cobriu com lençol para que os pais pensassem que ela estava dormindo.

A mãe contou que havia pedido que outros vizinhos de sua confiança ficassem de olho na garota, que tinha o costume de ficar na casa do pai, enquanto ela saía, mas ontem (18), pediu para ficar, pois queria brincar com os amigos.

Ao chegar em casa, a mulher disse ter acreditado que a filha teve convulsão e a levou no Hospital Regional de Sorriso. No entanto a menor já chegou sem vida ao local.

Segundo o delegado André Ribeiro, a criança teve o pescoço quebrado e estava com lesões no ânus.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.