Terça, 11 de Agosto de 2020
(65) 9.9696-8266
Polícia Banho de Sangue

Quatro são executados em apenas 30 minutos em cidade de MT

Quatro jovens foram mortos a tiros na noite de sexta-feira (31), em Porto Alegre do Norte (1.125 km ao Nordeste de Cuiabá).

01/08/2020 09h11
Por: Leandro Campos Fonte: Folha Max
Reprodução
Reprodução

Quatro jovens foram mortos a tiros na noite de sexta-feira (31), em Porto Alegre do Norte (1.125 km ao Nordeste de Cuiabá). Conforme as informações da Polícia Militar, uma das vítimas foi encontrada sozinha em uma casa e cerca de 30 minutos depois, em outro ponto da cidade, mais 3 vítimas foram encontradas. O caso está sendo investigado.

Por volta das 22h, PM foi acionada para uma ocorrência no bairro Buriti. Lá, os policiais encontraram Piter Felipe Curca de Oliveira, 17, já sem vida caído dentro do banheiro da casa.

Testemunhas contaram que viram uma caminhonete branca parando no local. Um homem desceu e em seguida, ouviram 3 disparos de tiro.

Duas pessoas que estavam na casa, sendo um homem e uma mulher, fugiram correndo no momento dos disparos. Não havia ninguém na residência junto com o corpo de Piter. O local foi isolado e a Polícia Civil acionada.

Enquanto a PM aguardava a Perícia Oficial, receberam um novo chamado, já por volta das 22h30, narrando que 3 jovens foram encontrados mortos dentro de uma casa próxima do Setor Aeroporto.

Lá, as vítimas foram identificadas como Henrique Pereira de Souza, 25, Breno Almeida Silva Feitosa, 18 e Eduardo Barbosa Santos, 16. Conforme os policiais, uma das vítimas estava caída na área da casa e outras duas dentro da residência. Todos estavam com marcas de tiros.

Agora, a Polícia Civil vai investigar se há ligação entre os crimes e a motivação. Testemunhas informaram que as vítimas podem ter ligação com o tráfico na região, mas não foi confirmado pelos policiais. Até as primeiras horas da manhã deste sábado (1), as forças de segurança não prenderam nenhum suspeito do crime.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.