Segunda, 03 de Agosto de 2020
(65) 9.9696-8266
Política Projeto de Lei

Projeto de lei pretende reduzir acidentes melhorando o conforto dos caminhoneiros

Boa parte dos acidentes que acontecem nas rodovias do Brasil envolvendo caminhões tem o cansaço como principal motivo.

27/07/2020 12h27
Por: Redação Hora News MT Fonte: Blog do Caminhoneiro
Reprodução
Reprodução

Boa parte dos acidentes que acontecem nas rodovias do Brasil envolvendo caminhões tem o cansaço como principal motivo. Além de longas jornadas, visando entregar mais cargas em menos tempo, os caminhoneiros brasileiros tem pouco espaço para descanso na cabine dos caminhões.

Além dos projetos dos caminhões, baseados nos veículos europeus, uma das grandes limitações para uso de cabines maiores se dá pela legislação brasileira. O Contran estabelece as medidas para os veículos considerando o comprimento total da composição, do para-choque frontal ao para-choque traseiro.

Com esse tipo de medição, quanto maior a cabine, menor o espaço para carga. Por isso, além do tamanho das cabines, essas exigências legais acabaram com a produção dos caminhões bicudos.

Visando aumentar a segurança para caminhoneiros e outros motoristas, o Coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Rizzotto, está finalizando um projeto de lei que será entregue aos Deputados Federais, para desvincular a cabine do veículo da medida total da composição.

Com isso, futuramente, as montadoras poderiam oferecer caminhões com maior espaço para o caminhoneiro.

“Nos EUA há quase 70 anos existe regulamentação que prevê espaço mínimo. Aqui a legislação considera o tamanho do conjunto, cavalo-mecânico e carreta. Consequentemente, quanto maior a cabine, menor o espaço para a carga. Queremos desvincular o chamado cavalo-mecânico, onde está a cabine, da carreta. Lugar para carga é uma coisa, o local onde o caminhoneiro dirige e dorme tem que oferecer condições mínimas de espaço, conforto e segurança”, disse Rodolfo, em publicação no portal SOS Estradas.

Tamanho das cabines é chamariz de motoristas nos Estados Unidos

Os caminhões oferecidos nos Estados Unidos são famosos por suas cabines grandes, longos capôs e conforto interno digno de um apartamento, tendo até cama de casal.

Esses veículos, cada vez mais voltados ao bem-estar do motorista a bordo, são comprados em grandes lotes pelas transportadoras como forma de agradar os motoristas. Para as transportadoras norte-americanas, quanto maior e mais confortável o veículo, mais tempo o caminhoneiro ficará trabalhando ali.

Oferecer conforto ao caminhoneiro, além de bons salários, evita que o caminhoneiro deixe de trabalhar na empresa pouco tempo depois de ter entrado, e também serve para atrair novos motoristas, vindos de empresas que tem caminhões não tão confortáveis.

Pode demorar

Como a legislação brasileira segue o padrão da legislação europeia, se houver alteração na medida dos veículos, muito tempo ainda será levado para que caminhões com cabines grandes sejam disponibilizados para os caminhoneiros brasileiros, já que será necessário muito tempo em desenvolvimento e também interesse dos transportadores em comprar esses veículos.

Apesar disso, mudando a legislação e permitindo personalizações, os caminhoneiros poderão ter a disposição empresas que realizem alterações nos seus veículos, ampliando o tamanho total das cabines, algo que já acontece na Europa, com oficinas especializadas.

 

O texto completo do projeto de lei que o SOS Estradas irá apresentar aos Deputados Federais não foi disponibilizado ainda.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.